Morreu John Glenn, uma lenda da aviação e o primeiro norte-americano a orbitar em torno do planeta Terra, avança o jornal The Columbus Dispatch. A informação foi confirmada pela Universidade Estatal de Ohio, onde fica a faculdade de relações públicas que recebeu o seu nome.

John Glenn, de 95 anos, estava internado há mais de uma semana num hospital em Columbus, no estado de Ohio. Morreu durante a tarde desta quinta-feira rodeado pela sua família. Num comunicado divulgado nas redes sociais, John Kasich, governador do Ohio, estado-natal de Glenn, disse que o antigo astronauta “será sempre o grande herói da sua terra natal”. “Apesar de ter subido ao espaço e às alturas da Colina do Capitólio, o seu coração nunca foi desviado das suas raízes firmes de Ohio”, afirmou Kasich.

Barack Obama já reagiu à morte do ex-astronauta. Num comunicado emitido esta quinta-feira, e citado pela CNN, Obama disse ter perdido um amigo. “O último dos primeiros astronautas norte-americanos deixou-nos, mas impulsionados pelo seu exemplo sabemos que o nosso futuro aqui na Terra compele-nos a continuar a tentar chegar aos céus”, afirmou, defendendo que quando John Glenn foi lançado de Cape Canaveral em 1962 “elevou as esperanças de uma nação”.

“Quando o seu veículo espacial Friendship 7” chegou à órbita terrestre algumas horas depois, “o primeiro norte-americano a orbitar em torno da Terra lembrou-nos que com coragem e espírito de descoberta não existem limites para os picos que conseguimos alcançar juntos”, disse ainda o Presidente norte-americano.

Lenda da aviação, um herói norte-americano

John Herschel Glenn Jr. nasceu a 18 de julho de 1921 em Cambridge, no Ohio. Filho único de um condutor de comboios, mudou-se ainda em pequeno para New Concord, uma pequena localidade na zona sudeste do estado do Ohio com pouco mais de mil habitantes.

Depois do ataque a Pearl Harbor a 7 de dezembro de 1941, John Glenn decidiu alistar-se num programa de cadetes da Aviação Naval, onde foi treinado para ser piloto. Uma vez completado o treino, juntou-se à Infantaria Naval norte-americana. Participou na Guerra da Correia (1950-1953), realizando 90 missões de combate que lhe valeram inúmeras condecorações. Em 1959, foi promovido a tenente-coronel.

Foi nesse ano que decidiu candidatar-se a um recrutamento da NASA dirigido a pilotos. Foi selecionado em abril juntamente com outros seis pilotos. Destemido e determinado, acabaria por ser ele a ser escolhido para orbitar em torno do planeta Terra a bordo da cápsula espacial Friendship 7.

A viagem aconteceu em 1962, em plena Guerra Fria. John Glenn foi o primeiro norte-americano a dar uma volta completa em torno do planeta Terra e o terceiro a partir em direção ao espaço. O feito, que o elevou ao estatuto de herói nacional, aconteceu um ano depois da viagem inaugural do russo Yuri Gagarin, o primeiro homem a chegar ao espaço.

https://www.youtube.com/watch?v=Si7YALVB6ME

Apesar disso, Glenn nunca sentiu confortável com a palavra “herói”. “Sou a mesma pessoa que era quando estava a crescer em New Concord, no Ohio”, disse anos mais tarde numa entrevista, citado pelo The New York Times. “O que atraiu muita atenção, penso, fora os tempos ténues por que estávamos a passar na altura da Guerra Fria. Não acho que tenha sido por minha causa. Isto teria acontecido a qualquer pessoa que tivesse sido selecionada para aquele voo.”

Depois da primeira viagem a bordo da Friendship 7, seriam preciso várias décadas até John Glenn poder voltar ao espaço. J.F. Kennedy, que era então presidente, achava que o astronauta era demasiado precioso enquanto figura heroica e Glenn viu-se obrigado a reformar-se dois anos depois, ocupando um cargo de direção numa empresa privada. Foi a partir daí que começou a dedicar-se à política. Tornou-se senador em Ohio pelo Partido Democrata, cargo que ocupou durante 25 anos. Em 1984, decidiu tentar a sua sorte enquanto candidato à Presidência dos Estados Unidos da América, mas sem grande sucesso.

KENNEDY SPACE CENTER, UNITED STATES: US astronaut and senator John Glenn waves as he leaves the Operations and Check out building at the Kennedy Space Center, FL, 29 October in route to board the US space shuttle Discovery. The seven person crew will perform several scientific experiments during their nine day mission, including studies on the effects of weightlessness on 77-year-old Glenn. Glenn who is 77 years old will be the oldest man to fly into space. AFP PHOTO Roberto SCHMIDT (Photo credit should read ROBERTO SCHMIDT/AFP/Getty Images)

Em 1992, John Glenn tornou-se no homem mais velho a viajar até ao espaço (ROBERTO SCHMIDT/AFP/Getty Images)

Em 1998, voltou a fazer história ao tornar-se no homem mais velho a viajar até ao espaço, aos 77 anos. Em 2012, disse ao The Columbus Dispatch que tinha saudades de voar. “Nunca me fartei de o fazer.”