A UEFA abriu, esta quinta-feira, processos disciplinares ao Dínamo de Kiev e Besiktas, após os incidentes ocorridos antes, durante e depois do jogo de terça-feira, da sexta e última jornada do grupo B da Liga dos Campeões de futebol.

O Dínamo de Kiev, que goleou o Besiktas por 6-0, ajudando o Benfica (perdeu em casa com o Nápoles por 2-1) a qualificar-se para os oitavos de final da ‘Champions’, pode ser punido pelo comportamento dos adeptos, lançamento de petardos, escadas do recinto bloqueadas e falhas na organização do jogo.

Já o Besiktas arrisca uma punição severa também por comportamento dos adeptos, danos materiais e lançamento de petardos.

Na terça-feira, 10 adeptos turcos foram hospitalizados, dois com ferimentos de arma branca e oito com feridas ligeiras, após confrontos entre adeptos dos dois clubes.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A polícia informou que dois adeptos turcos foram esfaqueados, um deles foi submetido a uma intervenção cirúrgica e oito sofreram ferimentos ligeiros.

Os desacatos começaram na avenida Khreshchatyk, antes do jogo, e prolongaram-se por nove horas.