Cabelo

Já testámos a escova alisadora elétrica. Será que funciona?

213

Chamam-lhe o pente do futuro e promete um alisamento profissional, sem eletricidade estática, 9 vezes mais rápido. O Observador trocou a prancha pela escova alisadora e mostra-lhe o resultado em vídeo

FÁBIO PINTO/OBSERVADOR

Autor
  • Sílvia Silva

À primeira vista, uma escova alisadora elétrica parece só mais um pente moderno — com botões e um visor LCD digital — que promete devolver o brilho e a suavidade ao cabelo. A diferença é que, quando ligada, aquece até aos 230 graus e promete um alisamento profissional sem esforço e nove vezes mais rápido do que os tradicionais alisadores de cabelo. A escova do futuro — como lhe chamam — ainda é desenhada com placas de cerâmica e cerdas especiais que, para além de alisarem, massajam o couro cabeludo. Mas será que realmente funciona?

02

A escova életrica ganhou popularidade durante este ano pelo método de alisamento prático e fácil em comparação às pranchas e ferros de alisar.

O Observador trocou a prancha de alisar pela escova alisadora elétrica e decidiu testar a invenção num vídeo que pode ver no topo deste artigo. Depois de ligar o cabo giratório à corrente e regular a temperatura (dos 80 aos 230ºC), o aparelho demora pouco mais de um minuto a aquecer. Com o cabelo seco, há que desembaraçá-lo, primeiro, com uma escova habitual e só depois pentear lentamente, madeixa a madeixa, com a escova alisadora elétrica. Quem tem o cabelo grosso, encaracolado, texturizado ou apenas comprido, deve colocar a temperatura no máximo para facilitar o alisamento porque a escova vai arrefendo.

Todo o método é muito prático e fácil mas tenha em consideração que, em comparação com as pranchas e ferros de alisar, é mais difícil esticar as pontas do cabelo (o que torna o processo tão ou mais demorado que o alisamento com uma prancha tradicional). A boa notícia é que as placas térmicas individuais produzem um fluxo de iões que, de facto, suprimem a eletricidade estática, não agridem tanto as madeixas, reduzem o aspeto frisado e dão mais brilho até aos cabelos mais rebeldes. Já as cerdas especiais massajam superficialmente o couro cabeludo e alisam o cabelo ao mesmo tempo que o penteiam.

alisador, lifestyle, sílvia silva, 2016, cabelo, cabelos, alisar,

O método de alisamento prático e fácil que remove a eletricidade estática do cabelo, dá brilho e penteia o cabelo ao mesmo tempo. (foto: Fábio Pinto)

O formato ergonómico, as almofadas anti-queimaduras e a cobertura de isolamento interno fazem desta inovação um ótimo substituto das placas alisadoras agressivas que se encontram à venda no mercado. No entanto, tal como uma escova, também embaraça facilmente em cabelos grossos e texturizados o que torna fundamental pentear o cabelo previamente e, de preferência, aplicar um protetor de calor para proteger as madeixas das altas temperaturas. A escova alisadora está à venda por 22,5€ online (acresce 6€ de portes para Portugal continental e 9€ para Açores e Madeira) e em lojas especializadas. O prazo de envio à cobrança ronda 4 a 10 dias úteis após a encomenda.

O veredito

Pontos fortes: Método de alisamento prático e fácil que remove a eletricidade estática do cabelo, dá brilho e penteia o cabelo ao mesmo tempo.
Pontos fracos: O resultado não fica perfeito (as pontas do cabelo não ficam bem alisadas) e a escova embaraça facilmente em cabelos grossos e texturizados.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)