O Museu Thyssen-Bornemisza, em Madrid, disponibilizou uma nova app que permite aos visitantes virtuais ver obras digitalizadas em alta resolução. De acordo com o La Vanguardia, a aplicação chama-se Second Canvas Thyssen e tem como objetivo “dar a conhecer ao público as obras de Caravaggio, Zurbarán, Van Gogh e Pissarro com um detalhe que não seria possível observar a olho nu”.

A Second Canvas Thyssen, app criada pela empresa espanhola Madpixel, inclui ainda outras vinte obras, que podem também ser vistas em alta resolução, de artistas como Antonello Da Messina, Tiziano, Durero e Franz Marc.

Além de ser possível ver as imagens mais detalhadamente, algumas delas podem ainda ser vistas em infravermelho, ultravioleta e raio-X. Esta aplicação está disponível gratuitamente para o sistema Android e para iPad, iPhone e Apple TV. O objetivo dos criadores é atualizá-la continuamente e promover um maior número de conteúdos, com novas obras já a partir de janeiro do próximo ano.

O jornal ABC conta que, até agora, mais de 200 museus foram beneficiados com a tecnologia inovadora da empresa espanhola para digitalizar as suas obras de arte em alta resolução.