O Governo da Indonésia disse hoje que pelo menos 43 mil pessoas ficaram desalojadas na província de Aceh por causa do sismo desta semana, que fez cerca de cem mortos.

O balanço do número de desalojados surge após uma visita, na sexta-feira, do Presidente indonésio às zonas afetadas pelo sismo, de magnitude 6,5.

Joko Widodo prometeu a reconstrução dos edifícios destruídos e afetados pelo terramoto, que atingiu a ponta norte da ilha de Sumatra, uma das zonas devastadas pelo ‘tsunami’ no Índico de 2004.

No terreno prosseguem as operações de busca por sobreviventes e de remoção de escombros. Organizações de ajuda humanitária estão já também instaladas na região para dar apoio à população.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O terramoto ocorreu às 05:03 de quarta-feira (22:03 de terça-feira em Lisboa), com epicentro a 10 quilómetros a norte da localidade de Reuleuet, indicou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, sigla em inglês).

Não foi emitido alerta de ‘tsunami’.