Depois de ter feito parte da equipa que ajudou a desenvolver o primeiro NSX, o suíço Claude Sage, hoje em dia presidente honorário do Salão Automóvel de Genebra e administrador-delegado do circuito francês de Paul Ricard, acaba de ser o feliz contemplado com a primeira unidade do novo Honda NSX destinada à Europa.

Recorde-se que o novo Honda NSX encontra-se já em comercialização na América do Norte, onde ostenta o emblema Acura, marca que a Honda comercializa naquela parte do globo.

Superdesportivo híbrido, o NSX conta com um V6 3,5 litros biturbo, apoiado por três motores eléctricos, os quais contribuem para uma potência total de 581 cv e 645 Nm de binário. Isto, com o apoio de uma transmissão automática de dupla embraiagem e nove velocidades. Também graças a este conjunto motopropulsor, o modelo nipónico consegue acelerar dos 0 aos 100 km/h em 3 segundos, para fixar como velocidade máxima anunciada os 308 km/h.

Com cerca de 4,47 m de comprimento, o Honda NSX conta com rodas dianteiras de 19” e traseiras de 20”, conjugadas com discos de travão em carbocerâmica, com pinças de seis pistões à frente e quatro atrás.

A confirmar a exclusividade do modelo, o facto de apenas 18 unidades estarem previstas para entrega em França, em 2017, com um preço unitário a rondar os 186.500€. Quanto aos restantes mercados europeus, deverão começar a receber igualmente em breve as (poucas) unidades que lhes estão destinadas.