O enviado especial da ONU para o conflito na Síria, Staffan de Mistura, anunciou esta segunda-feira a sua intenção de retomar as negociações a 08 de fevereiro, em Genebra, na Suíça, para tentar pôr fim ao conflito sírio. “O enviado especial anuncia que a intenção da ONU é convocar as negociações em Genebra, a 8 de fevereiro”, disse o seu porta-voz num comunicado, citado pela agência espanhola Efe.

O Conselho de Segurança da ONU aprovou esta segunda-feira por unanimidade o envio de observadores das Nações Unidas para supervisionar a retirada de civis e combatentes da oposição ao regime sírio da cidade de Alepo. Os quinze países do Conselho de Segurança aprovaram por unanimidade uma resolução de compromisso negociada no domingo, depois de a Rússia ter ameaçado vetar o texto original impulsionado pela França.

O documento adotado esta segunda-feira indica que o pessoal humanitário da ONU que já está no terreno ficará encarregado de vigiar o processo de evacuação da zona leste de Alepo, para garantir a proteção dos civis e dos combatentes rebeldes e evitar abusos.

A resolução 2328 destaca a importância de:

Assegurar a passagem voluntária, segura e digna de todos os civis a partir dos distritos leste de Alepo ou de outras zonas para qualquer destino que desejem, sob a supervisão e a coordenação das Nações Unidas e outras instituições pertinentes.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Para isso, encarrega o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, de adotar “medidas urgentes” para pôr em marcha a supervisão das evacuações, “em consulta com as partes interessadas”.