Quase 50.000 clientes no mercado livre de eletricidade mudaram de fornecedor durante o mês de outubro, acentuando a tendência de mudança que não tem limite nem custos associados, de acordo com a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Segundo o relatório da ERSE, em outubro, entraram 37.477 clientes no mercado livre, tendo 19.495 transitado do mercado regulado e 17.982 entrado diretamente para as carteiras de comercializadores em regime de mercado.

No mesmo mês, foram registadas 48.932 mudanças de carteira entre comercializadores em mercado livre, que conta atualmente com mais de duas dezenas de empresas fornecedoras – em outubro entrou mais um, a Lusiadaenergia.

Os consumidores podem mudar de comercializador de eletricidade as vezes que pretenderem, sendo o novo comercializador a tratar de todos os procedimentos necessários à mudança, inclusive da rescisão do contrato com o anterior fornecedor.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O mercado livre alcançou um número acumulado de cerca de 4,7 milhões de clientes em outubro, o que representa um crescimento de aproximadamente 10% face ao mês homólogo.

Em termos de quota de mercado, a EDP Comercial manteve a sua posição como principal operador no mercado livre, mantendo a sua quota em número de clientes (85%) e em consumo (46%).