Depois de dois anos em testes, o DPDgroup, uma rede internacional de entrega de encomendas, recebeu autorização por parte da Direção-Geral de Aviação Civil (DGAC) francesa para entregarem encomendas com drones numa rota regular de cerca de 15km. Segundo o comunicado de imprensa, esta é a primeira rota de encomendas por drones aprovada pela DGAC.

As entregas vão decorrer uma vez por semana entre Saint-Maximin-La-Sainte-Beaume e Pourrières, no sul da França, para entregar as encomendas numa incubadora de empresas, onde estão incluídas uma dúzia de startups. O drone descola e aterra num terminal de entrega – designado de ponto Pickup – e pode transportar cargas até 1,5kg.

A Chronopost e a DPD em França são, atualmente, as únicas empresas com entregas realizadas por drones num ponto Pickup instalado para o efeito. Esta solução poderá ser alargada a outros países, incluindo Portugal, apesar da limitação imposta pelas recentes restrições ao uso destes aparelhos.

A Chronopost acredita que esta inovação “representa um passo em frente e uma nova maneira de abordar a questão das entregas de encomendas, especialmente quando se trata de áreas de difícil acesso, para as quais as entregas por drones podem ser uma solução”, e defende que as limitações ao uso de drones podem significar um atraso num projeto que poderia facilitar as entregas de encomendas e, sobretudo, o desenvolvimento do modelo tecnológico.