O presidente da Comissão Europeia (CE), Jean-Claude Juncker, advertiu esta segunda-feira a rede Facebook e Google para o combate às notícias falsas e avisou que vai acompanhar as medidas anunciadas pelas gigantes tecnológicas para travarem a propagação dessas notícias.

“Facebook e Google devem desenvolver, no seu próprio interesse, sistemas para combater este tipo de informações falsas, uma vez que a credibilidade deveria ser o seu maior capital”, disse o presidente da Comissão Europeia (CE), Jean-Claude Juncker, numa entrevista a um título do grupo alemão Funke.

Lembrando que “liberdade também significa responsabilidade”, Junker reagiu à recente polémica sobre a influência na vitória de Donald Trump da proliferação de notícias falsas nas redes sociais.