Resultado de um trabalho de dois meses, foi já inaugurada em França a primeira estrada solar do mundo, denominada Wattway. Para já com apenas um quilómetro de distância, pouco mais sendo que o trecho de uma via já existente, esta pode vir a ser, no entanto, mais uma solução na captação de energia de fontes renováveis.

Composta por 2.800 m2 de painéis fotovoltaicos e com um custo a rondar os 5 milhões de euros, a Wattway entra agora numa fase de testes, durante um período de dois anos, prevendo-se que possa vir a produzir qualquer coisa como 280 MWh por ano. Ou seja, energia suficiente para abastecer a iluminação pública da cidade de Tourouvre, na região da Normandia, onde vivem cerca de 5 mil habitantes.

segolene-royal-e-a-wattway1

A ministra do Ambiente marcou presença na cerimónia de inauguração

O projecto, que teve direito a inauguração pela ministra francesa do Ambiente, Ségolène Royal, foi levado a cabo pela empresa de fabricação de painéis solares SNA, e a Colas, responsável pela sua aplicação num piso por onde passam diariamente mais de 2.000 automóveis.

“Este novo uso da energia solar aproveita grandes extensões da infraestrutura rodoviária já existente para produzir energia, sem que seja necessário ocupar novos espaços“, recordou, em comunicado, a ministra.