480kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Facebook censurou estátua de Neptuno. O rei (dos mares) vai nu

Este artigo tem mais de 5 anos

O Facebook, não permitiu que uma imagem da estátua de Neptuno, situada em Bolonha, fosse publicada. A causa é a nudez. A autora da foto reagiu, apelidando o sucedido de "censura".

A estátua de Neptuno, em Itália, está no centro da polémica
i

A estátua de Neptuno, em Itália, está no centro da polémica

AFP/Getty Images

A estátua de Neptuno, em Itália, está no centro da polémica

AFP/Getty Images

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

O Facebook tem ferramentas de segurança que bloqueiam certo tipo de conteúdos que podem ferir a suscetibilidade dos usuários da rede social. Um desses conteúdos é a nudez ou algo de cariz sexual explícito. E nem as estátuas escapam a estes filtros do Facebook. Uma imagem da estátua de Neptuno, situada na Piazza del Nettuno em Bolonha, Itália, foi censurada pela rede social e quem a publicou teve que a retirar.

A autora da publicação, Elisa Barbari, decidiu tirar uma fotografia à estátua que é um dos maiores símbolos de Bolonha, para a colocar numa página sobre a história da cidade italiana. Mas o Facebook pediu para a autora eliminar a fotografia.

Barbari, que é escritora de profissão, utilizou a sua página para ‘denunciar’ o sucedido. Publicou a mensagem que o Facebook lhe enviou e não deixou de a comentar. No post publicado a escritora escreveu: “Eu queria promover a minha página, mas parece que para o Facebook a estátua é sexualmente explícita e mostra demasiada carne. A sério, Neptuno? Isto é uma loucura!”

Vestir a estátua? Já aconteceu

Perante a censura que a rede social lhe impôs a escritora ironizou com a situação fazendo referência a um antigo costume. Elisa Barbari contou que “nos anos 50, durante as celebrações dos alunos que se formavam, Neptuno era tapado. Talvez o Facebook preferisse que a estátua fosse, novamente, vestida”.

A mensagem que publicou na sua página incluia uma fotografia de Neptuno (mas de costas). O mote é: “Sim a Neptuno, não à censura”.

15741255_1226330140736902_8152946879260049535_n

“Sim a Neptuno, não à censura” é a frase que a escritora tem usado para mostrar a sua indignação perante o bloqueio do Facebook.

Situada na Piazza del Nettuno, a estátua de Neptuno, Deus do mar, foi construida no século XVI. A estátua é considerada um símbolo da cidade de Bolonha.

A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.