Rádio Observador

Mário Soares (1924-2017)

Marcelo lembra legado de Soares na luta pela liberdade

241

O Presidente da República recordou o legado de Mário Soares na luta pela democracia e deixou uma garantia: "Nunca desistiremos, tal como Mário Soares nunca desistiu de um mundo livre".

"O homem era sempre o mesmo, a causa também a mesma: a liberdade”

MIGUEL A. LOPES/LUSA

Marcelo Rebelo de Sousa já reagiu à morte de Mário Soares. O Presidente da República lembrou o legado deixado pelo socialista na luta pela liberdade em Portugal, na Europa e no Mundo. “O homem era sempre o mesmo, a causa também a mesma: a liberdade”.

O Chefe de Estado recordou o papel determinante de Mário Soares na construção da democracia, na votação da Constituição, no processo de reconhecimento da soberania das antigas colónias portuguesas e na adesão de Portugal às comunidades europeias.

“Como toda a personalidade de eleição conheceu a glória e o revés, os amores e os desamores de cada instante”, continuou Marcelo Rebelo de Sousa. “Mas há imagens únicas que ninguém esquecerá. A presença corajosa ao lado de Humberto Delgado, a resistência a partir do exílio, a chegada a Santa Apolónia, o discurso na Fonte Luminosa, a disponibilidade para servir como primeiro-ministro em duas crises financeiras, a tenacidade na primeira volta das presidenciais de 1986, as presidências abertas e a alegria no diálogo com as gentes da cultura”, enumerou o Presidente da República, lembrando ainda o papel de Soares pela independência de Timor Leste e nas manifestações contra a intervenção no Iraque.

A terminar, Marcelo deixou ainda uma mensagem: cabe a todos os intervenientes políticos a missão de seguir e respeitar o legado de Mário Soares na luta intransigente “por um Portugal livre, por uma Europa livre e por um Mundo livre”.

“Terminada esta pugna da sua vida, resta a Mário Soares travar o derradeiro combate, aquele em que estaremos todos com ele, o combate pela imortalidade do seu legado, um combate que iremos vencer. Nunca desistiremos, tal como Mário Soares nunca desistiu de um mundo livre”, afirmou Marcelo Rebelo de Sousa.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
PSD/CDS

A beira do precipício

José Ribeiro e Castro

A visão da beira do precipício serve para despertar. Se não querem deixar Portugal totalmente submetido à esquerda, PSD e CDS têm de fazer mais no tempo que falta. Sobretudo fazer melhor. E desde já.

Legislação

Menos forma, mais soluções /premium

Helena Garrido

É aflitivo ver-nos criar leis e mais leis sem nos focarmos nas soluções. A doentia tendência em catalogar tudo como sendo de esquerda ou de direita tem agravado esta incapacidade de resolver problemas

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)