A Yahoo vai passar a chamar-se Altaba depois da venda dos seus principais negócios de internet à Verizon Communications. A empresa que vai suceder à marca pioneira do mundo online vai também reduzir a dimensão do conselho de administração com a saída de cinco membros, incluindo a presidente executiva, Marissa Mayer, de acordo com uma comunicação feita esta segunda-feira.

A venda da Yahoo ao grupo de comunicação Verizon deixa de fora as participações acionistas detias no gigante chinês Alibaba e na Yahoo Japão. O negócio, no valor de 4,8 mil milhões de dólares (4,5 mil milhões de euros) foi anunciado em julho passado. No entanto, a sua concretização foi abalada pela revelação de que as bases de dados de 1,5 mil milhões de clientes da Yahoo tinham sido atacadas por piratas informáticos. A Verizon procurou usar os dois ataques para explorar a possibilidade de sair do negócio ou baixar o preço.

A venda foi negociada depois de Marissa Mayer ter falhado a tentativa de recuperação de valor daquele que foi um dos mais importantes motores de busca. Mas o fim da era de Mayer, que chegou à liderança Yahoo em 2012, só chegará depois de concretizada a alienação à Verizon.

Os administradores que ficam vão gerir a transição da nova Yahoo, a Altaba, para uma empresa de investimento que será presidida por Eric Brandt.