A Federação de Futebol Chinesa (CFA) já tinha anunciado que estava a estudar fazer algumas alterações quanto às suas regras futebolísticas. A decisão chegou agora: na próxima temporada – que começa dentro de seis semanas – só três jogadores estrangeiros poderão estar em campo, ao mesmo tempo, em cada jogo.

Mas os principais prejudicados não serão apenas as grandes estrelas que se mudaram este ano para a China a troco de milhões. Segundo a Marca, os maiores prejudicados serão os futebolistas de origem asiática. A última mudanças nas regras, em 2009, permitia ter 3+1 jogadores estrangeiros em campo por jogo. Este “+1” dizia respeito a ter três estrangeiros mais um de origem asiática. Esta “vaga extra” para jogadores vindos da Ásia deixa agora de existir.

Cada equipa pode continuar a ter até cinco jogadores estrangeiros no plantel.

A CFA vai obrigar também os clubes a ter, em cada jogo, um jogador de sub-23. Em cada convocatória, dos 18 futebolistas chamados o clube será obrigado a ter, no mínimo, dois jogadores sub-23. Ou seja, para além de haver um sub-23 em campo, tem também que haver outro no banco.

Resta agora ver como é que os técnicos dos clube da Super Liga Chinesa, que este ano apostaram forte em contratações de grandes estrelas. O jornal Marca afirma que as consequências são difíceis de prever. Fala-se já numa redução do investimento e num menor número de contratações estrangeiras.

Top 10 das transferências estrangeiras para a Super Liga Chinesa

  1. O brasileiro Oscar foi vendido ao SIPG, por 60 milhões euros
  2. O brasileiro Hulk foi vendido ao mesmo clube, por 55,80 milhões euros
  3. O também brasileiro Alex Teixeira está no JS Suning, por 50 milhões euros
  4. O colombiano Jackson Martínez foi vendido ao GZ Evergrande, por 42 milhões euros
  5. O brasileiro Ramires está no JS Suning, por 28 milhões euros
  6. O belga Axel Witsel foi vendido ao TJ Quanjian, por 20 milhões euros
  7. O brasileiro Elkeson está no SIPG, por 18,50 milhões euros
  8. O africano da Costa do Marfim Gervinho está no HB CFFC, por 18 milhões euros
  9. O italiano Graziano Pellè está no SD Luneng, por 15,25 milhões euros
  10. O brasileiro Ricardo Goulart, está no GZ Evergrande, por 15 milhões euros

Confira os jogadores na nossa fotogaleria.