Portugal, Espanha e Irlanda foram os países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) onde a taxa de emprego mais subiu no terceiro trimestre do ano passado.

De acordo com o relatório da OCDE relativo ao emprego do último trimestre do ano passado, em Portugal, a subida da taxa que mede a percentagem de pessoas empregadas em idade de trabalhar foi de sete décimas para os 65,6%.

Em Espanha e Irlanda, a subida foi de cinco décimas para os 59,8% e 65,1%, respetivamente, enquanto na média da OCDE, a taxa de emprego melhorou uma décima face aos três meses precedentes para os 67%. Na zona euro, a subida foi de duas décimas para os 65,5% e nos EUA foi de uma décima para os 69,3%.