A primeira-ministra britânica, Theresa May, afirmou na sexta-feira que acredita que o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, “reconhece a importância e o significado da NATO”, apesar de recentemente ter qualificado a aliança de “obsoleta”.

“Eu estou também confiante de que os Estados Unidos vão reconhecer a importância da cooperação que temos na Europa para garantir a nossa defesa e segurança coletivas”, disse Theresa May, em entrevista ao jornal Financial Times.

A primeira-ministra britânica deve visitar Donald Trump na primavera, segundo Downing Street, apesar de o Financial Times adiantar a possibilidade de Theresa May se deslocar a Washington ainda no próximo mês.

A primeira-ministra britânica congratulou ainda Donald Trump que se tornou, na sexta-feira, o 45.º Presidente dos Estados Unidos, sucendendo no cargo a Barack Obama.

“Com base nas conversas que mantivemos até à data, eu sei que ambos estamos comprometidos em promover a relação especial entre os nossos dois países e em trabalhar juntos pela prosperidade e segurança do povo dos dois lados do Atlântico”, realçou.

“Espero discutir estas questões e outras quando nos encontrarmos em Washington”, afirmou Theresa May.

No início da semana, antes de tomar posse como Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump afirmou, em entrevista ao jornal britânico The Times e ao alemão Bild, que advertiu há muito tempo que a Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO, na sigla inglesa) tem “problemas”, classificou-a de “obsoleta” e realçou que “os países não estão a pagar o que era suposto pagarem”.

No seu discurso de tomada de posse, esta sexta-feira, Donald Trump afirmou que os Estados Unidos “subsidiaram exércitos de outros países”, destacando um dos pontos de atrito relacionados com a aliança.