Rádio Observador

Estados Unidos da América

Muro com o México vai mesmo acontecer. Decreto é assinado esta quarta-feira

482

Trump vai mesmo dar a ordem para avançar com a construção de muro na fronteira dos EUA com o México. Decreto é assinado hoje e esperam-se mais medidas nos próximos dias.

Andrew Harrer / POOL/EPA

“Amanhã está previsto que seja um grande dia para a Segurança Nacional. Entre outras coisas, vamos construir o muro!” A frase do presidente Donald Trump, publicada na noite de terça-feira na rede social Twitter, vai em linha com o que escreveram diferentes meios de comunicação internacionais. Segundo o The New York Times, Trump vai mesmo avançar com a construção de um muro na fronteira com o México já esta quarta-feira. E prevê-se que esta seja a primeira de uma série de medidas com vista a refrear a entrada de imigrantes e a reforçar a segurança nacional.

A construção de um muro com a fronteira mexicana foi uma das promessas de Trump em plena campanha presidencial. Mas se, em setembro do ano passado, o agora presidente dos EUA garantiu que seria o México a pagar pelo muro, após as eleições a sua equipa admitiu que o investimento será assumido, numa primeira fase, pelos contribuintes norte-americanos, tal como explica o jornal espanhol El País.

Este deverá ser também um dos temas na agenda do encontro entre Donald Trump e o seu homólogo mexicano, Enrique Pena Nieto, que terá lugar no próximo dia 31 de Janeiro. Os dois presidentes falaram ao telefone no sábado passado, para acertar pormenores das conversas sobre comércio, segurança e imigração, e o stafe dos dois presidentes já está a trabalhar em conjunto para preparar a reunião.

A fronteira entre os dois países tem mais de 3.200 quilómetros — até ao momento, apenas mil quilómetros estão muralhados. O muro, afiança o The New York Times, terá um custo estimado de 6.5 milhões de dólares por milha (cerca de 1,6 quilómetros), e 4.2 milhões de dólares por milha adicionais para estradas e vedação — estas estimativas não incluem a manutenção do muro.

As diretivas previstas para os próximos dias deverão abranger áreas como a imigração, a segurança das fronteiras e os refugiados, e incluem medidas como a manutenção da prisão de Guantánamo Bay — que Barack Obama prometeu, sem sucesso, encerrar durante o seu mandato — e designar a Irmandade Muçulmana, do Egito, uma organização terrorista.

Em causa está também a suspensão temporária da entrada de refugiados nos Estados Unidos, à exceção de minorias religiosas a fugir de perseguição. Outra ordem implica a também suspensão de vistos para cidadãos da Síria, Iraque, Irão, Líbia, Somália, Sudão e Iémen.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: acmarques@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)