Depois do Moreirense ter eliminado o Benfica nas meias finais da Taça da Liga, esta quinta-feira à noite, o ambiente aqueceu entre os técnicos das duas equipas, com o ex-futebolista Rui Costa a envolver-se igualmente. O treinador do Benfica, Rui Vitória, terá recusado cumprimentar Augusto Inácio, treinador do Moreirense, e os dois envolveram-se numa discussão.

Tudo começou quando os dois treinadores se cruzaram nos corredores do estádio do Algarve, concretamente na zona de acesso à sala de imprensa. Segundo avança a Rádio Renascença, Augusto Inácio quis cumprimentar Rui Vitória, cumprimento esse que o treinador das águias rejeitou prontamente. O técnico do Moreirense não terá gostado da atitude e a situação acabou por gerar uma acesa troca de palavras entre os dois à qual também se juntou Rui Costa, administrador da SAD e diretor-desportivo das ‘águias’, que saiu em defesa do treinador encarnado lembrando Inácio de coisas que este disse a respeito de Rui Vitória no passado. A seguir à troca de palavras menos pacíficas, os três abandonaram o local.

Recorde-se que antes de Augusto Inácio ter voltado aos relvados foi diretor de relações internacionais do Sporting e comentador desportivo televisivo em representação do clube. Só depois rumou a Moreira de Cónegos.

Vitória pode falhar jogo em Setúbal

O treinador do Benfica acabou por ser expulso após o final do jogo. De acordo com a ficha de jogo disponibilizada pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional, Rui Vitória recebeu ordem de expulsão após um encontro, que foi arbitrado por Tiago Martins, da associação de Lisboa.

Rui Vitória dirigiu-se ao árbitro da partida e protestou certas decisões tomadas pela equipa de arbitragem, nomeadamente o lance que deu o terceiro golo à equipa de Moreira de Cónegos antecedido de uma falta não assinalada sobre Eliseu. Tiago Martins não sancionou Rui Vitória no relvado mas, o acontecimento ficou registado no relatório de jogo do árbitro e valeu a expulsão.