Solberg, divertido e extrovertido, está longe de ser um norueguês comum. Alia a estas duas características o facto de conduzir como poucos, sendo tão rápido quanto acrobático, o que já lhe permitiu tornar-se Campeão do Mundo de Ralis, em 2003, para depois conquistar o ceptro no mundial de Ralicross, em 2014 e 2015. Para a próxima época continua nesta disciplina, mas trocou o habitual DS3 – uma versão mais potente do que o modelo que ainda disputa o WRC – pelo Polo, pelo que não é estranhar que tenha sido ele a quem a Volkswagen recorreu para pregar uma partida à equipa principal de futebol do Wolfsburg.

A Bundesliga é um dos mais importantes campeonatos no mundo do futebol e as suas equipas figuram decididamente entre as mais ricas, em matéria de orçamento. Para o Wolfsburg, que se sagrou campeão alemão em 2008/2009 e foi segundo em 2014/2015, a Volkswagen não só é o principal patrocinador, como é igualmente a responsável pela existência do estádio do clube, conhecido como Volkswagen Arena. Aliás, na cidade germânica de Wolfsburg, construída em torno do principal grupo de fábricas da marca, tudo – ou quase – é Volkswagen. Assim, não espanta que fosse o maior construtor europeu de automóveis a decidir animar a equipa para a segunda metade da época que se aproxima.

No vídeo produzido para o efeito, Solberg aparece no posto habitualmente ocupado pelo condutor do autocarro da equipa, um MAN Lion’s Coach – só podia ser de uma marca igualmente pertença do Grupo Volkswagen que, além da MAN, possui também a Scania –, equipado com um motor de seis cilindros em linha com 12.419 cc e 500 cv. Mas o caldo entorna-se quando Petter Solberg troca o chapéu de condutor pelo seu capacete de ralicross, e desata a fazer piões e atravessadelas com um monstro que, com a equipa toda lá dentro, pode superar as 19 toneladas. Os futebolistas parecem ter ficado animados e só esperamos que, com tanto pião, recuperem do enjoo a tempo do próximo jogo…