Poucos dias após o anúncio do Kodiaq Scout, a derivação mais aventureira e vocacionada para o todo-o-terreno do seu novo SUV, e já a Skoda dá a conhecer uma nova variante da sua mais recente criação, prova da importância que o modelo assume no futuro imediato do construtor checo. Kodiaq Sportline de seu nome, distingue-se, acima de tudo, pela sua aparência exterior e interior mais dinâmica e desportiva, e também tem estreia oficial marcada já para Março, no Salão de Genebra, devendo chegar ao mercado logo a seguir.

Para criar o Kodiaq Sportline, a Skoda recorreu a alguns equipamentos destinados a acentuar a elegância e a agilidade dinâmica do modelo. No exterior, referência desde logo para a grelha, as barras de tejadilho, as caixas dos espelhos e as molduras dos vidros (sendo os traseiros escurecidos) pintadas de preto. A que se juntam as jantes de 19” de desenho exclusivo (20” em opção), o friso prateado na base do pára-choques traseiro, as protecções laterais na cor da carroçaria e o emblema Sportline, identificativo desta versão, colocado nos guarda-lamas.

Tendo por base o nível de equipamento Ambition, o Kodiaq Sportilne conta, no interior, com bancos desportivos revestidos a Alcantara e costuras contrastantes prateadas (o do condutor regulável electricamente e com função de memória), volante desportivo revestido a pele, tal como o punho da alavanca de comando da caixa de velocidades, e pedaleira em alumínio. Específica é, também, a instrumentação, que inclui indicador das forças G, manómetro da pressão do turbo, indicador da potência debitada em tempo real e indicador da temperatura do óleo e do líquido de refrigeração.

O Kodiaq Sportline é proposto com quatro motores. Na base da oferta está o 1.4 TSI a gasolina de 150 cv, capaz de levá-lo até aos 197 km/h de velocidade máxima e de permitir-lhe cumprir os 0-100 km/h em 9,8 segundos, para um consumo combinado de 6,8 l/100 km. Segue-se o 2.0 TSI de 180 cv, também a gasolina, que anuncia uma velocidade máxima de 207 km/h, 8,0 segundos nos 0-100 km/h e um consumo combinado de 7,3 l/100 km. A gama diesel inclui duas versões do conhecido 2.0 TDI: a de 150 cv promete 197 km/h de velocidade máxima, 9,5 segundos nos 100 km/h e um consumo combinado de 5,3 l/100 km; estando a de 190 cv apta a atingir 210 km/h, a cumprir os 0-100 km/h em 8,9 segundos e a oferecer um consumo combinado de 5,7 l/100 km.

Para a suspensão é proposto, como opção, o sistema de amortecimento activo DCC, com três níveis de actuação selecionáveis pelo condutor: Comfort, Normal e Sport. Tão ou mais importante, o facto de o Kodiaq Sportline só estar disponível com tracção integral permanente, o que, não obstante a sua postura mais desportiva, não deixará de contribuir para lhe assegurar um desempenho interessante noutros terrenos que não o asfalto, até por dispor de ângulos característicos que o favorecem nesse particular (de ataque de 22°, de saída de 23,1° e ventral de 19,7°), para uma altura ao solo de 194 mm.