Os senadores republicanos mudaram as regras de nomeação dos nomes avançados por Donald Trump para a sua equipa governamental. A mudança foi anunciada esta quarta-feira na sequência de um boicote dos senadores democratas ao processo de confirmação de Steven Mnuchin para Secretário de Estado do Tesouro e de Tom Price para a Secretaria da Saúde e dos Serviços Humanos. A decisão foi tomada no Comité de Finanças do Senado.

Orrin Hatch, republicano do Utah e porta-voz do Comité, disse aos jornalistas que esta é uma medida tomada em “circunstâncias extraordinárias” e que permitiu aos republicanos pertencentes ao Comité votar pela suspensão das regras que orientam o Senado. O Parlamento do Senado terá aprovado a decisão.

Os nomes avançados pelo Presidente dos Estados Unidos devem ser confirmados na presença de pelo menos um democrata, que participa na votação. Mas na última terça-feira, dia da confirmação dos nomes de Trump, nenhum democrata apareceu, o que deixou a votação em suspenso.

As novas regras permitiram aos 14 republicanos presentes na sala votarem sozinhos: “Eles tomaram a decisão de recusarem participar. Não têm ninguém a culpar senão a si mesmos”, disse Orrin Hatch.