Está iniciada a contagem decrescente para o evento desportivo mais aguardado do ano. É já amanhã que os New England Patriots vão enfrentar os The Atlanta Falcons, na final do Super Bowl. Trata-se de um jogo, mas também de um espectáculo, em que uma audiência estimada de 110 milhões de americanos justifica o investimento, também de milhões, por parte de muitas marcas.

No caso da indústria automóvel, já lhe mostrámos os anúncios da Mercedes e da Lexus. Foram agora conhecidos o da Audi e o da Honda – e é neste último que se encontra a criatividade de uma portuguesa, conforme avança o Dinheiro Vivo.

Bruna Gonzalez, directora criativa associada da agência de publicidade da Honda, a RAP LA, deu o seu contributo para o anúncio em que a marca assinala os 20 anos do Honda CR-V. Se a primeira geração do modelo também teve direito a uma publicidade no Super Bowl, duas décadas depois a marca nipónica volta à carga, com uma mensagem muito clara: “Quando este carro foi lançado há 20 anos, ninguém acreditava que iria longe em vendas. Hoje em dia é a marca de SUV mais vendida nos EUA”, explicou ao site citado Bruna Gonzalez.

Para tal, a equipa criativa – liderada por Jason Sterling – recorreu a celebridades como Tina Fey, Steve Carrell, Viola Davis, Missy Elliot, Earvin ‘Magic’ Johnsson, Stan Lee, Robert Redford, Amy Adams e Jimmy Kimmell. Famosos que surgem em fotos “falantes”, que mais parecem tiradas do baú das recordações – efeito conseguido por via do recurso a uma “técnica nunca antes utilizada”.

O anúncio da Honda em que há mão lusa é realizado por Angus Wall, vencedor de dois Óscares (“A Rede”, “Os Homens que Odeiam as Mulheres”), e de dois Emmy, pela criação dos genéricos das séries “Guerra dos Tronos” e “Carnivale”.