Já se sabia que o modelo iria contar com uma versão de altas prestações, com mais de 210 cv de potência, assim como com um novo motor 1.5 a gasolina. Agora, a Toyota decidiu libertar todas as informações relativas à nova geração do Yaris, que tem estreia em público marcada para Março, no Salão de Genebra, devendo chegar ao mercado pouco depois. Em destaque, desde logo, um investimento de 90 milhões de euros numa renovação que promete ser bem mais do que um simples restyling, e que passou pela introdução de mais de 900 novos componentes.

Visualmente, foi a divisão europeia da Toyota, através do seu centro de estilo ED2, instalado no sul de França, que assumiu parte significativa da responsabilidade de renovar as linhas exteriores do Yaris – que, pela primeira vez, serão directamente transpostas para o Vitz (o nome adoptado pela versão do modelo fabricada no Japão e destinada aos mercados daquela região). Em destaque neste particular, os pára-choques de novo formato tipo catamaran, a grelha trapezoidal de generosas dimensões (com acabamento distintos consoante o nível de acabamentos), as ópticas dianteiras e os farolins traseiros redesenhados, e as novas cores azul Hybro e vermelho Tokyo.

O interior conta com um design mais moderno, novas cores, materiais de revestimento e acabamentos e melhorias ao nível da ergonomia. À excepção da versão de entrada, todos os novos Yaris contam com um novo ecrão TFT multifunções de 4,2” no renovado painel de instrumentos, sendo também novo o volante de três braços. Os níveis de equipamento e acabamentos dividem-se entre Entry, Mid, Mid+, Bi-Tone e o novo Chic.

No capítulo dos motores, a grande novidade é a unidade a gasolina de 1,5 litros, com distribuição variável e capaz de funcionar no ciclo Atkinson, desenvolvida a pensar já nas novas normas Euro 6c, de medição de consumos em condições reais de utilização. Com 112 cv e 136 Nm, oferece um rendimento 10% superior ao do actual motor 1.33, com um consumo inferior em até 12%.

O Yaris continuará a ser, ainda, o único modelo do seu segmento a ser proposto numa variante híbrida, que agora garante oferecer uma utilização mais suave e confortável, sobretudo em aceleração. Para isso, recebeu novos apoios de motor, novos semi-eixos e um novo subchassi, ao mesmo tempo que os ajustes operados no amortecimento e na assistência eléctrica da direção serão capazes de garantir um maior conforto de marcha e uma superior precisão em curva.

Domínio a ter em conta, o da segurança. De série, todos os novos Yaris contarão com o sistema Safety Sense, que inclui o sistema de pre-colisão com travagem autónoma de emergência, assistente de máximos, alerta de saída involuntária da faixa de rodagem e sistema de leitura de sinais de trânsito (este último ausente do nível de equipamento mais básico).