Obituário

Morreu o autor de banda desenhada japonês Jiro Taniguchi

O autor de BD japonês Jiro Taniguchi, responsável por "Terra de Sonhos" e "O diário do meu pai", morreu este sábado aos 69 anos, anunciou a Casterman, editora que o representa em França.

O autor de banda desenhada japonês Jiro Taniguchi, responsável por, entre outros, “Terra de Sonhos” e “O diário do meu pai”, morreu este sábado aos 69 anos, anunciou a Casterman, editora que o representa em França.

A editora saúda “um mestre incontestável da banda desenhada mundial”, num comunicado divulgado este sábado e citado pelos meios de comunicação social franceses.

“Verdadeiro intermediário entre a manga e a banda desenhada ocidental, construiu uma obra na qual a variedade de tons e de géneros é excecional”, refere a Casterman.

Nascido em 1947 em Tottori, a oeste de Kioto, Jiro Taniguchi era um “autodidata”, que “fez a sua aprendizagem enquanto assistente de desenhadores consagrados como Kazuo Kamimura, através do qual descobriu a banda desenhada ocidental”.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Liberalismo

Anthony de Jasay (1925-2019)

André Azevedo Alves

Com uma personalidade de trato nem sempre fácil e ideias heterodoxas e politicamente incorrectas, Jasay fez o seu percurso maioritariamente à margem do sistema académico vigente. 

Winston Churchill

A arrogância da ignorância /premium

João Carlos Espada

Como devemos interpretar que um dirigente do segundo maior partido britânico venha dizer em público que o líder do mundo livre durante a II Guerra, Winston Churchill, foi um “vilão”?

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)