A Yahoo está a avisar os utilizadores sobre uma potencial atividade de pirataria informática nas suas contas entre 2015 e 2016, depois de uma longa investigação desencadeada pela empresa norte-americana.

A investigação surgiu há vários anos depois de ter sido detetada uma mega-falha que expôs as contas de mil milhões de utilizadores.

A Yahoo confirmou esta quarta-feira que está a notificar os utilizadores de que as suas contas estarão potencialmente comprometidas, mas declinou referir quantas pessoas foram atingidas.

Numa declaração, a Yahoo denunciou uma falha nos seus serviços através de um ato de pirataria informática que foi responsável pelo desvio de informações privadas de mais de mil milhões de utilizadores da plataforma entre 2013 e 2014. As informações roubadas incluíam endereços de email, datas de nascimento e respostas a questões de segurança.

Em outubro de 2015, a Yahoo anunciou a intenção de fazer atualizações ao seu serviço gratuito de correio eletrónico, incluído acabar com a necessidade de senhas em dispositivos móveis.

Esta atualização ocorreu dois anos após piratas informáticos terem entrado em contas de correio eletrónico do Yahoo para retirar informação, utilizando senhas roubadas.