O Governo português condenou esta segunda-feira o atentado terrorista que na quinta-feira causou a morte a 88 pessoas e feriu mais de uma centena num templo de Sehwan Sharif, no Paquistão.

Num comunicado enviado esta segunda-feira, o Ministério dos Negócios Estrangeiros considera que “este ataque demonstra mais uma vez a importância de reforçar a cooperação no combate ao terrorismo” e que “Portugal reitera a sua determinação em trabalhar conjuntamente com os parceiros internacionais nesse sentido”.

“Nesta ocasião, o Governo Português manifesta o seu apoio às autoridades e ao povo paquistaneses, apresentando sentidas condolências aos familiares das vítimas mortais e ao Governo paquistanês”, acrescenta.

O atentado de quinta-feira num tempo sufista foi cometido por um bombista suicida e reivindicado pelo grupo ‘jihadista’ Estado Islâmico (EI), que no passado já assumiu ações terroristas em território paquistanês.