Guatemala

EUA vão pedir extradição da ex-vice-presidente da Guatemala acusada de tráfico de droga

Os EUA vão pedir a extradição de Roxana Baldetti, ex-vice-presidente da Guatemala, e de Mauricio Lopez, ex-ministro do Interior, após terem acusado ambos de crimes relacionados com tráfico de droga.

Roxana Baldetti e Hector Bonilla foram indiciados na quarta-feira por terem alegadamente conspirado para distribuir cocaína

EPA/Esteban Biba

Os EUA vão pedir a extradição de Roxana Baldetti, ex-vice-presidente da Guatemala, e de Mauricio Lopez, ex-ministro do Interior, após terem acusado ambos de crimes relacionados com tráfico de droga, informou a embaixada na Guatemala.

Roxana Baldetti e Hector Mauricio Lopez Bonilla foram indiciados na quarta-feira, por um tribunal em Washington, por terem alegadamente conspirado, entre janeiro de 2010 e maio de 2015, para distribuir cocaína, sabendo que seria importada ilegalmente para os Estados Unidos.

“O Departamento de Justiça dos Estados Unidos ainda não reencaminhou o pedido de extradição para a embaixada norte-americana”, refere um comunicado divulgado na sexta-feira pela representação diplomática norte-americana na Guatemala.

Baldetti, que se encontra atualmente detida por fraude fiscal e corrupção, tal como Lopez, acusado de peculato, nunca foi alvo de acusações relacionadas com tráfico de droga no seu país.

Baldetti foi detida em agosto de 2015, três meses depois de se ter demitido das suas funções, por ter sido implicada num esquema de corrupção no seio da Alfândega.

O ex-presidente conservador Otto Pérez foi colocado em prisão preventiva em setembro de 2015 devido ao mesmo caso.

O Ministério Público e a Comissão Internacional Contra a Impunidade na Guatemala (CICIG), um organismo da ONU, acusaram Pérez de ser o líder da rede de fraude aduaneira, conhecida como “La Línea”, em que Baldetti também foi então implicada.

Já Lopez encontra-se detido desde junho de 2016, pela suspeita de ter estado envolvido, com outros antigos ministros, num sistema que lhes permita oferecer presentes caros ao presidente Perez e à vice-presidente Baldetti, incluindo um helicóptero e um jato privado.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Winston Churchill

A arrogância da ignorância /premium

João Carlos Espada

Como devemos interpretar que um dirigente do segundo maior partido britânico venha dizer em público que o líder do mundo livre durante a II Guerra, Winston Churchill, foi um “vilão”?

Winston Churchill

A arrogância da ignorância /premium

João Carlos Espada

Como devemos interpretar que um dirigente do segundo maior partido britânico venha dizer em público que o líder do mundo livre durante a II Guerra, Winston Churchill, foi um “vilão”?

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)