Esta não é propriamente uma notícia mas sim uma espécie de golo anunciado: Jonas assinou esta manhã a renovação de contrato com o Benfica, ficando ligado ao clube da Luz até 2019. Uma boa notícia para o avançado e para a equipa, depois de ter falhado o encontro da noite de ontem no Estoril após sofrer uma recaída da cervicalgia que já o tinha afastado dos relvados.

O avançado brasileiro de 32 anos chegou a Portugal em 2014, vindo do Valencia, onde acabou por ser “encostado” após três épocas a bom nível. A aposta do Benfica não demorou a dar frutos: foi chegar, ver e vencer. A todos os níveis, individual e coletivo.

Jonas tem nesta altura um total de 99 partidas realizadas pelos encarnados, com 76 golos, o que faz do brasileiro o oitavo melhor de sempre entre o top de marcadores aos 100 jogos, atrás de José Torres (124 golos), José Águas (117), Eusébio (113), Julinho (107), Espírito Santo (90), Artur Jorge (83) e Vítor Silva (82).

Em paralelo, e estando agora a cumprir apenas a terceira temporada na Luz, Jonas, melhor marcador da última Primeira Liga, já conquistou cinco títulos: dois campeonatos, duas Taças da Liga e uma Supertaça.

Apesar de estar a atravessar o período mais complicado no Benfica em virtude dos problemas físicos que o têm apoquentado (leva apenas 16 jogos, com nove golos), os encarnados assumem a aposta no dianteiro e, em paralelo, podem ter afastado de vez a cobiça de clubes chineses no jogador.