Rádio Observador

Rolls-Royce

Crianças vão para a sala de operações mais felizes. De Rolls-Royce

258

Foi em Chichester que a Rolls-Royce revelou o mais meritório modelo da sua história. Descapotável e animado por um motor eléctrico, o SRH destina-se a uma clientela muito especial: crianças doentes.

Autor
  • António Sousa Pereira

Um novo conceito de luxo, concebido propositadamente para um cliente muito especial pelo departamento de personalização da Rolls-Royce. Descapotável, revestido por uma pintura bicolor branca e azul, com elementos vermelhos aplicados artesanalmente, ao novo SRH nem sequer faltam o interior a condizer, a motorização eléctrica e a célebre estatueta do Spirit of Ecstasy.

É um facto que a bateria de gel de 24 V não lhe permite atingir mais do que 15 km/h de velocidade máxima, a qual até pode ser regulada para não mais do que 6 km/h. Mas não será, seguramente, isso que o tornará menos encantador para os seus potenciais utilizadores… ou não fosse este o autêntico Rolls-Royce dos carrinhos de criança! E, também, o mais nobre modelo da marca britânica, criado especialmente para a unidade de cirurgia pediátrica do Hospital de Saint Richard (daí o seu nome, acrónimo de Saint Richard’s Hospital) de Chichester, terra-natal da Rolls-Royce.

A sua função será permitir às crianças que aguardam por intervenção cirúrgica (e já mais de 6.600 foram ali operadas, desde a sua inauguração, em 2014) deslocarem-se através dos corredores da unidade pediátrica da instituição, para o efeito dotados de sinalização de trânsito a preceito, rumo à sala de operações – tudo com o intuito de reduzir a natural ansiedade que as assolará nesse momento.

Para a apresentação do SRH, a Rolls-Royce acolheu na sua sede dois pilotos de testes não menos especiais: Molly Matthews e Hari Rajyaguru, oriundos da Unidade de Pediatria do Hospital de Saint Richard, e aos quais o modelo foi revelado com os mesmos preceitos que são destinados aos seus clientes VIP. As duas crianças puderam, mesmo, conduzir o SRH na própria linha de produção, um privilégio normalmente reservado ao presidente da marca aquando da preparação do lançamento de um novo modelo, regressando a casa, com as respectivas famílias, a bordo de luxuosos Rolls-Royce Ghost conduzidos por motoristas da empresa.

Na produção do SRH, os artesãos da Rolls-Royce dispenderam 400 horas do seu tempo pessoal, com o modelo a beneficiar ainda da tecnologia de impressão 3D, utilizada para a produção do Spirit of Ecstasy e para os comandos de bordo.

Tudo testado e validado, já só faltava entregar este Rolls-Royce tão especial ao seu novo proprietário, tarefa que também já foi cumprida, para natural alegria de todos os seus beneficiários.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)