O vulcão Etna, situado na ilha italiana da Sicília, entrou em erupção esta segunda-feira. Apesar de pequena e inofensiva para as populações mais próximas, as imagens do vulcão, que estava adormecido há apenas oito meses, são dignas de notícia, vídeo e fotografias.

É uma literal explosão de cores em tons de cinza e vermelho fortes com laivos laranjas. Na passada segunda-feira, um dos mais ativos vulcões no mundo, o Etna, acordou depois de oito meses sem qualquer registo de atividade semelhante. Os especialistas descansaram as populações mais próximas, afirmando que a nova atividade do Etna não colocaria em risco nenhuma das populações que residem perto do vulcão.

O Instituto Nacional de Vulcanologia italiano, confirmou o sucedido: o vulcão Etna tinha acordado depois de um longo sono de oito meses. Tal acontecimento podia colocar em risco as localidades mais próximas. Uma chuva de cinzas provocada pela erupção chegou a localidades próximas mas o instituto, numa atualização no site oficial, garantiu não existir qualquer constrangimento para as populações. “Nas aldeias de Zafferana e Lingfield uma modesta precipitação de cinzas foi registado”. Não há também motivos para preocupação com as rotas de aviação que sobrevoam o local. Apesar de inofensivo, o despertar do Etna permitiu a captação de imagens dignas de ficar na retina. O Observador recolheu algumas. Espreite a fotogaleria.

Pode ainda ver a ação do vulcão neste vídeo, da Time, que disponibilizamos aqui em baixo. O filme é longo, mas ainda assim vale a pena ver os primeiros minutos.