Pelo menos 246 pessoas morreram e quase 2.000 outras ficaram sem casa desde dezembro no Zimbabué devido às inundações, indicou fonte oficial. A nação africana lançou um apelo aos doadores internacionais, pedindo 100 milhões de dólares para ajudar os afetados pelas cheias.

O ministro da Administração Local, Obras Públicas e Habitação do Zimbabué, Saviour Kasukuwere, declarou o estado de desastre nacional e anunciou o balanço na quinta-feira, altura em que indicou que foram ainda contabilizados 128 feridos.