A Hyundai deu já a conhecer, na plenitude, a terceira geração da carrinha i30, denominada i30 Wagon, proposta que promete destacar-se da concorrência desde logo por anunciar uma capacidade de carga de 602 litros.

Produzida, tal como o hatchback, na República Checa, a nova Hyundai i30 Wagon apresenta assim um crescimento considerável, em termos de bagageira, face ao modelo anterior, ainda em comercialização, o qual acomoda “apenas” 528 litros e também perde nas medições com os bancos traseiros rebatidos – 1.642 litros, contra os 1.650 litros anunciados para a nova geração.

A par da maior bagageira, a futura i30 Wagon beneficia ainda das mesmas qualidades já afirmadas pelo hatchback, como é o caso da habitabilidade, fruto de uma generosa distância entre eixos de 2,650 m, assim como de uma largura de 1,795 m.

Partilhados com o cinco portas são também os motores, com destaque para o tricilíndrico a gasolina 1,0 litros de 120 cv, que, no caso do mercado nacional, deverá surgir acompanhado de um quatro cilindros 1,4 litros com 140 cv. A gasóleo, a oferta deverá resumir-se, também no caso português, ao já conhecido 1.6 CRDI, em dois níveis de potência: 110 e 136 cv.

Dependendo do motor escolhido, a i30 Wagon deverá poder contar tanto com caixa manual de seis velocidades, como com caixa automática de dupla embraiagem de sete relações, ambas a enviar a potência exclusivamente para as rodas da frente. Aliás, alguma imprensa internacional chega a avançar que apenas a versão mais desportiva da família i30, o aguardado i30 N, poderá vir a contar com tracção integral. Sendo que, mesmo nesse caso, ainda não é certo.

Finalmente, e mais uma vez tal como o hatchback, também a carrinha deverá contar com um equipamento bastante generoso, do qual não deixarão certamente de fazer parte tecnologias de segurança e ajuda à condução, como o cruise control inteligente avançado ou a travagem autónoma de emergência. Às quais deverão poder ser ainda acrescentados o sistema de manutenção na faixa de rodagem, o alerta de ângulo morto, o alerta de trânsito na traseira e luzes de máximos automáticas.

Já as ópticas Full-LED, o sistema wireless de carregamento de smartphones, a câmara traseira e o ecrã táctil de 8” (parte de um sistema de infoentretenimento que tanto permite a conexão por Android Auto, como por Apple CarPlay) deverão constar da lista de opcionais.

A comercialização da nova Hyundai i30 Wagon deverá iniciar-se pouco depois da sua apresentação mundial, programada já para a próxima semana, no Salão de Genebra. Para o início de 2018, é esperada uma inovadora variante fastback.