O atleta do Benfica Rui Pinto sagrou-se este domingo campeão nacional de corta-mato, em masculinos, na pista de Mira, distrito de Coimbra.

Coletivamente, o Sporting acabou por conquistar o título masculino em Mira, com 19 pontos, contra 21 do Benfica.

Rui Pinto, que era um dos favoritos a vencer a prova, voltou a conquistar o título, com a marca de 30:50 minutos, depois de já ter sido campeão nacional em 2015.

Os atletas do Benfica começaram por liderar a prova nas primeiras voltas, chegando a ter quatro na frente a marcar um ritmo forte logo no início da corrida.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

No entanto, o Sporting passou a estar em maioria no grupo da frente à terceira volta.

À quarta volta, o atleta do Sporting Ricardo Dias isolou-se na frente, mas seguido pelo seu colega de equipa Licínio Pimentel e por Rui Pinto.

Na última volta, era visível o esforço de Dias e de Pimentel para assegurarem o primeiro lugar para o Sporting.

Rui Pinto aproveitou-se do cansaço dos seus adversários e alcançou a vitória, sem os atletas do Sporting conseguirem responder à investida final do benfiquista.

A pista de Mira, com 1.750 metros, foi oficialmente inaugurada hoje, representando um investimento municipal de 60.000 euros.

A Câmara deste concelho do distrito de Coimbra vai apresentar uma candidatura à realização da Taça dos Campeões Europeus de corta-mato de 2018.

Classificação:

1. Rui Pinto (Benfica), 30.50 minutos.

2. Licínio Pimentel (Sporting), 30.54.

3. Ricardo Dias (Sporting), 30.59.

4. Samuel Barata (Benfica), 31.02.

5. Nuno Costa (Maia), 31.07.

6. Ricardo Ribas (Benfica), 31.15.

7. José Moreira (Sporting), 31.15.

8. Bruno Albuquerque (Sporting), 31.22.

9. José Rocha (Sporting), 31.33.

10. António Silva (Sporting), 31.37.