A empresa de transporte espacial Blue Origin, pertencente à Amazon e chefiada por Jeff Bezos, está agora a desenvolver novas iniciativas que permitam a construção de foguetões mais rápidos, com uma maior potência para conseguir viajar no sistema solar e ainda levar turistas a conhecer o ‘desconhecido’, de acordo com fontes oficiais da empresa, citadas pela Fox Business.

Parece que para Jeff Bezos nem o céu é o limite, já que o projeto de se ‘expandir’ para o espaço parece estar perto de se concretizar. A ambição é essencialmente de conseguir criar equipamento com qualidade para que o espaço, a lua e outros planetas sejam explorados. Além, claro, do grande projeto ser o de levar pessoas ao espaço em viagem turística. O alfabeto fica assim pequeno para descrever o ambicioso projeto que o fundador da Amazon quer colocar em prática.

A grande plataforma de venda de produtos que vão de A a Z – tal como o próprio slogan da empresa assume – tem no horizonte o final da década para já ter todos os projetos a funcionar. Quando forem lançados, os foguetões vão também poder utilizar-se em missões que poderão transportar robots e pessoas para que a superfície da lua e de outros planetas possa ser explorada a grande profundidade.

Ao Washington Post, Jeff Bezos confirmou que “é tempo de a América voltar à Lua – desta vez para ficar.” Na mesma entrevista, o fundador da Amazon e da Blue Origin afirmou que o futuro projeto de tornar a lua habitável é difícil mas alcançável.

O empresário Jeff Bezos não é o único com planos para o espaço. Também Elon Musk, o fundador da empresa automóvel Tesla, criou uma empresa – a SpaceX – para chegar a Marte.

É assim que Elon Musk nos quer levar para Marte em 2025