Pedro Carmona deixou esta quarta-feira o comando técnico do Estoril apenas três meses depois de ter assumido (de forma surpreendente, tendo em conta o parco currículo como treinador principal) a equipa que era orientada por Fabiano Soares. E foi uma saída natural: em 13 jogos oficiais, o espanhol ganhou apenas dois e sofreu nove derrotas. Ainda assim, a verdade é que trocar de técnico com a temporada a decorrer costuma dar bom resultado.

Esta foi a 12.ª troca por decisão de direções ou administrações da SAD (Jorge Simão e Lito Vidigal saíram de Sp. Braga e Arouca por vontade própria). E tudo começou logo à quinta jornada, quando Paulo César Gusmão deu lugar a Daniel Ramos no Marítimo. Resultado: os insulares ganharam três vezes mais pontos e trocaram a luta pela manutenção pelo comboio europeu. Seguiram-se Belenenses (Julio Velázquez-Quim Machado) e Boavista (Sanchez-Miguel Leal) duas rondas depois, ambos com efeitos positivos, sobretudo no caso dos axadrezados.

Carmona chegou no frio do inverno mas não aqueceu o lugar e comandou apenas 13 jogos

Entre a décima e a 16.ª jornadas houve oito trocas de treinadores na Primeira Liga. Resultou com Rio Ave (Capucho-Luís Castro), Moreirense (Pepa-Inácio), P. Ferreira (Carlos Pinto-Vasco Seabra), Feirense (José Mota-Nuno Manta) e Tondela (Petit-Pepa), falhou em Estoril, Nacional e Sp. Braga.

E se no caso dos canarinhos o “problema” está resolvido (Pedro Emanuel é o provável sucessor de Carmona), a contestação nos insulares a Jokanovic é grande (Miguel Sousa, presidente da Assembleia Geral do Nacional, pediu publicamente a saída do técnico) e Jorge Simão já teve uma tarefa mais fácil no Minho (falou-se na semana passada em Gattuso como possível sucessor mas a notícia foi prontamente desmentida pela SAD bracarense).

Com tudo isto, apenas cinco equipas da Primeira Liga não trocaram ainda de treinador ao longo da época: Benfica, FC Porto, Sporting, V. Guimarães e V. Setúbal. E, mesmo faltando ainda dez jornadas para o final da competição, devem manter-se como únicos bastiões nesta luta da Primeira Liga.