Nuno Espírito Santo, treinador do FC Porto, frisou esta quarta-feira que os ‘dragões’ dependem exclusivamente de si para alcançar o título nacional, numa altura que faltam apenas 10 jornadas para o final da I Liga de futebol. O técnico da formação ‘azul e branca’ explicou, em conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o Arouca, a importância de continuar a pontuar para manter o foco no objetivo principal.

“Foco-me apenas no FC Porto. Pensamos apenas em trabalhar sem descanso pelo nosso objetivo, que é o FC Porto campeão”, admitiu.

Para o encontro com o Arouca, Nuno Espírito Santo espera um “jogo difícil”, independentemente do momento “menos bom” que o clube treinado por Manuel Machado atravessa. “Vai ser um jogo difícil. Estamos num campeonato muito competitivo. Em Arouca, vamos encontrar uma equipa que não está a atravessar um bom momento, mas estas equipas, quando não têm nada a perder, podem ser perigosas. Mas vamos estar preparados, com o objetivo de conquistar os três pontos”, reforçou ainda o técnico.

Apesar do bom momento que o FC Porto atravessa, com oito vitórias consecutivas, Nuno Espírito Santo garante que não se deixa deslumbrar, lembrando que o trabalho de preparação da equipa é contínuo e não tem fim. “É fundamental saber o que fizemos. Quando as coisas não saíam tão bem, mantivemos o rumo. Isso é que faz as equipas crescer nos momentos menos bons. Mas não está acabado o processo. Perspetivamos um processo sustentado. Conseguimos chegar a esta fase, faltando 10 jogos, a depender só de nós”, disse ainda.

Nuno Espírito Santo falou ainda do encontro com a Juventus, a contar para a segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, e referiu que quer “que o FC Porto esteja nos ‘quartos’ da prova. Ainda assim, explicou que, para já, apenas pensa na partida com o Arouca.

O FC Porto, segundo classificado, com 59 pontos, joga na sexta-feira, às 20h30 horas, em casa do Arouca, 12.º, com 27, numa partida relativa à 25ª jornada da I Liga de futebol, que será arbitrada por Hugo Miguel, da Associação de Lisboa.