A Guarda Nacional Republicana deteve 23 pessoas, a maioria por condução sob o efeito do álcool e seis por tráfico de droga, entre as 20h00 de sábado e as 8h00 de hoje, anunciou a GNR.

As detenções resultaram de várias operações realizadas em todo o país, que visaram “a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras”, refere a GNR em comunicado.

Segundo os dados da GNR, 17 pessoas foram detidas por conduzir com excesso de álcool, seis por tráfico de droga e quatro por não terem habilitação legal para conduzir.

Durante as operações, os militares apreenderam também 129,26 doses de haxixe, 3,25 doses de heroína, 9,5 doses de cocaína, 1,5 gramas de ‘ecstasy’ e 5,1 gramas de anfetaminas.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Nas ações de fiscalização de trânsito, a GNR detetou 1.173 infrações, a maioria (105) por condução com Taxa de Álcool no Sangue superior ao permitido por lei.

As restantes infrações (23) deveram-se à falta de inspeção periódica obrigatória, ao excesso de velocidade (14), à ausência ou incorreta utilização do cinto de segurança e cadeirinha (9).

O uso indevido do telemóvel na condução (4), a falta de seguro de responsabilidade civil (6) e situações relacionadas com tacógrafos (2) foram outras infrações detetadas pelos militares.

Durante o período das 12 horas, a GNR registou oito acidentes, que provocaram sete feridos leves.