Avançou a agência Reuters com a notícia de que a Intel chegou a acordo para a compra da Mobileye. Ao que se sabe, o gigante norte-americano da informática, especialmente conhecido do grande público pelos seus chips, irá pagar 63,54 dólares por cada acção da empresa israelita, num negócio avaliado em perto de 14 mil milhões de dólares e que deverá ficar integralmente concluído num prazo de nove meses.

O valor de que se fala faz desta a compra mais avultada de uma empresa focada exclusivamente no sector da condução autónoma, ou não fosse a Mobileye um dos principais especialistas no mercado no fornecimento de sensores destinados a sistemas de condução autónoma, para além de deter cerca de 70% de quota no mercado global de sistemas avançados de assistência a condução e anti-colisão.