Cozinha

8 dicas para manter a cozinha limpa e arrumada

187

Dizem que a cozinha é o coração da casa e é fundamental mantê-la organizada. A designer de interiores Paula Margarido acaba de lançar o guia "Destralhe a sua Casa" e ajudou-nos a fazer esta lista.

Ao arrumar a cozinha, coloque os utensílios mais utilizados no dia a dia nas prateleiras e armários mais à mão.

Getty Images/iStockphoto

Autor
  • Sílvia Silva

Se os quartos e as salas costumavam ser as divisões mais importantes de uma casa, hoje a cozinha é a clara vencedora. “Se há lugar onde se sente a alma da casa é na cozinha, por conseguinte é tão importante tê-la sempre limpa e organizada, para desfrutar ao máximo deste espaço único“, começa por escrever Paula Margarido no novo livro Destralhe a sua Casa. Segundo a designer de interiores, os novos estilos de vida saudáveis encorajam a que se tenha uma utilização cada vez mais intensa da cozinha e, por isso, é fundamental organizar este espaço e estabelecer várias áreas de arrumação — seja para confecionar pão caseiro, incluir superalimentos nas refeições ou fazer um sumo detox.

Manter a cozinha limpa e arrumada nem sempre é fácil, sobretudo em casas com muita gente onde cada um utiliza a cozinha numa altura diferente e a atividade parece não ter fim”, diz a especialista Paula Margarido. “Para tudo isso é preciso espaço. E muita organização. Do frigorífico às prateleiras dos condimentos, do lugar onde guardamos as panelas às prateleiras onde arrumamos a loiça, nada pode ser deixado ao acaso”, acrescenta a licenciada em arquitetura neste guia prático para limpar, arrumar e organizar a sua casa.

O livro foi publicado pela Manuscrito e custa 16,90€.

Comece por estabelecer as várias áreas da sua cozinha, dividindo-a em áreas destinadas a diferentes funções. Depois siga as próximas oito dicas, escolhidas a dedo pela autora Paula Margarido, para cozinhar num espaço mais harmonioso e organizado. Ora aponte:

1. Mantenha rituais diários

Segundo Paula Margarido, é importante que siga o mesmo ritual todas as noites para, na manhã seguinte, preparar o seu pequeno-almoço numa cozinha fresca e arrumada: se possível, ponha loiça na máquina e limpe o lava-loiças com os produtos adequados; limpe as bancadas e todas as superfícies que estiverem sujas após a utilização; despeje o lixo e ponha um saco novo em folha. Por fim, varra a cozinha.

2. Arrume tachos e panelas criativamente

Pode pendurá-los, colocá-los numa prateleira ou dentro de um armário. Existem também suportes especiais para panelas e tachos que pode colocar dentro do seu armário. “Arrume-os por tamanhos e dê prioridade àqueles que utiliza mais frequentemente”, aconselha a autora.

3. Organize o frigorífico

De acordo com a especialista Paula Margarido, deve começar por esvaziar o frigorífico, incluindo os alimentos que estão nos compartimentos das portas e tudo o que deixou esquecido no fundo do frigorífico. Retire as prateleiras e lave tudo. De seguida, separe e categorize. Coloque os que consome mais visíveis e acessíveis. Por último, crie compartimentos móveis com caixas de plásticos transparentes para organizar os tipos de comida, segundo categorias.

4. Coloque os ingredientes mais utilizados à mão

“Comece por deitar fora as especiarias que já ultrapassaram o prazo de validade. De seguida, divida-as por categorias (temperos, misturas de especiarias, especiarias mais utilizadas) e coloque-as em frascos ou outros recipientes próprios, com etiquetas para as identificar”, lê-se em Destralhe a sua Casa. Como o azeite, vinagre, sal, pimenta, alho são os ingredientes mais utilizados na cozinha, junte-os numa bandeja ou tábua e mantenha-a perto do fogão. Desta forma, estão sempre à mão e será mais fácil de limpar. Também os poderá guardar no armário perto do fogão (se preferir ter uma cozinha minimalista).

Divida as especiarias por categorias e coloque-as em frascos ou outros recipientes próprios. As etiquetas são opcionais. (foto: iStock/Getty Images)

5. Agrupe os utensílios

Se dividir os seus utensílios por categoria, e os arrumar nas gavetas correspondentes será mais fácil encontrá-los e voltar a pôr-los no lugar. Pode utilizar jarros ou potes para guardar colheres de pau, utensílios de alumínio, e outros instrumentos que utilize bastante e goste de ter sempre à mão.

6. Aposte nos subcompartimentos

Paula Margarido alerta que uma boa maneira de manter as gavetas e prateleiras em ordem é encontrar pequenos compartimentos ou recipientes, como caixas ou cestos, para arrumar os objetos por categorias. O ideal é ter armários que cheguem até ao teto, com várias prateleiras, para maximizar o aproveitamento de espaço. Utilize ganchos para pendurar utensílios: das canecas no interior do armário às frigideiras.

7. Ponha ordem no espaço debaixo do lava-loiças

Retire tudo o que não necessita do lava-loiças, limpe-o a fundo e organize-o de novo, colocando os vários itens em caixas. O segredo, adianta a autora de Destralhe a sua Casa, é manter os produtos e panos de limpeza que mais utiliza sempre à mão.

8. Crie uma zona para cafés ou bolos

Se gosta de fazer bolos ou beber um bom cappuccino, crie uma área na cozinha para este efeito. Agrupe os principais ingredientes e utensílios sobre a bancada da cozinha e coloque uma prateleira em cima para as taças e recipientes. “Se tiver apenas objetos de que gosta, verá como o resultado é maravilhoso e inspirador”, promete Paula Margarido.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Demografia

Envelhecimento e crescimento económico /premium

Manuel Villaverde Cabral

Nada é mais importante para países como Portugal do que o imparável envelhecimento da população e as suas consequências a todos os níveis da sociedade, da saúde ao potencial de crescimento económico.

Demografia

Envelhecimento e crescimento económico /premium

Manuel Villaverde Cabral

Nada é mais importante para países como Portugal do que o imparável envelhecimento da população e as suas consequências a todos os níveis da sociedade, da saúde ao potencial de crescimento económico.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)