Demonstrando que nem só as propostas mais tradicionais e com motores de combustão procuram cumprir os tradicionais ciclos de vida, o pequeno fabricante croata de superdesportivos eléctricos Rimac acaba de dar a conhecer a mais recente evolução do seu Concept_One, denominada MY2018 (de Model Year). E, como não poderia deixar de ser, reclama desde logo um aumento da potência – como se os 1.088 cv que anunciava até aqui não fossem suficientes.

O Rimac Concept_One MY2018, que pode ser visto no Salão Automóvel de Genebra, passa assim a ostentar uns quase obscenos 1.224 cv de potência, retirando um décimo de segundo na aceleração dos 0 aos 100 km/h. Trajecto em que, a partir de agora, não demora mais que 2,5 segundos!

Já no menos usual trajecto dos 0 aos 200 km/h, o superdesportivo croata 100% eléctrico passa a anunciar apenas 6 segundos, ou seja, dois décimos de segundo mais rápido que antes, enquanto, na aceleração dos 0 aos 300 km/h, não leva mais que 14 segundos. Ou, dito de outra forma, duas décimas de segundo menos que a versão anterior.

A velocidade máxima terá sido mesmo a única prestação que não foi melhorada: 355 km/h, ou seja, o mesmo que o antecessor.

Por outro lado, e a par do aumento da potência, o Rimac Concept_One viu igualmente melhorado o sistema de vectorização de binário, como forma de conseguir “digerir”, de modo mais correcto e eficaz, esta subida do “poder de fogo”. Sendo que cada um dos motores colocados junto às rodas passou a ser controlado 100 vezes por segundo, com o objectivo de garantir o melhor aproveitamento da potência, de acordo com as condições da estrada.

Outro importante melhoramento é a evolução registada nas baterias, as quais passaram dos anteriores 82 kWh para 90 kWh. Facto que, entre outras vantagens, veio beneficiar também a autonomia, que aumentou dos anteriores 330 km, para os 350. Isto, mesmo com o conjunto a registar um aumento de cerca de 50 kg no peso total, atingindo agora 1.900 kg.

Apesar da evolução agora apresentada, importa recordar que a Rimac já revelou aquele que será o sucessor do Concept_One e que, também de acordo com o fabricante, deverá chegar com ainda mais potência, quando for finalmente lançado no mercado, dentro de alguns anos.

Enquanto este não chega, o objectivo do pequeno fabricante croata passa por apresentar uma variante hiper-exclusiva (serão apenas duas unidades) deste Concept_One, denominada Concept_S. Destinada apenas a uma utilização em pista, a sua chegada ao mercado só deverá acontecer em 2018. Mas o preço está já fixado: cerca de 1,5 milhões de euros.

Ao mesmo tempo, a Rimac continua envolvida no compromisso assumido com a britânica Aston Martin e a equipa Red Bull de Fórmula 1, e que passa pelo desenvolvimento do sistema híbrido de baterias ultraleve para o novo superdesportivo do fabricante de Gaydon, o Valkyrie.