Tal como o Observador já tinha explicado na sexta-feira, a Procuradoria- Geral da República (PGR) não estabeleceu um prazo para “a conclusão do inquérito e emissão de despacho final” da Operação Marquês. O comunicado da PGR foi enviado às redações na tarde deste sábado, “na sequência de dúvidas vindas a público” na sexta-feira.

“Quanto ao pedido de prorrogação, a Procuradora-Geral considerou que o mesmo deveria ser atendido. Todavia, não fixou, de momento, prazo para o encerramento do inquérito e emissão de despacho final”, lê-se no comunicado.

A Procuradora-Geral da República determinou que o diretor do DCIAP tem de prestar informação sobre a evolução do inquérito até finais de abril e, nessa altura, se for caso disso, indicar o prazo que se mostre necessário à conclusão dos trabalhos.

Confuso com o caso Sócrates? 8 perguntas para não se perder