Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Em média, olhamos para o smartphone cerca de 110 vezes por dia, ou seja, uma vez a cada 13 minutos, indica o site da aplicação BreakFree. Claro que este valor varia muito consoante o utilizador, ainda assim é elevado o suficiente para que possa ser necessário tomar medidas. A resposta para controlar esta dependência, que é particularmente notória nos mais jovens, pode estar no próprio equipamento.

Aplicações como a BrakFree, a Forest e a Flipd foram criadas para ajudar o utilizador a controlar o número de vezes que acede ao smartphone.

Forest

O conceito da aplicação Forest é muito simples: sempre que se quiser concentrar em algo plante uma árvore. Se utilizar o smartphone durante o tempo definido a árvore vai morrer.

Desta maneira o utilizador pode definir o tempo que quer permanecer focado numa determinada atividade e plantar a árvore correspondente a esse período. No final, pode colocar a árvore num pequeno jardim pessoal que irá crescer consoante a dedicação do utilizador.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A interface da aplicação é muito minimalista e, durante o tempo em que precisa de estar focado, pode optar por reproduzir um som da Natureza para que tudo se mantenha calmo e em harmonia, sem distrações.

3 fotos

Sempre que conseguir atingir um objetivo receberá moedas, como uma espécie de incentivo, para poder adquirir novas árvores, arbustos e sons.

A aplicação é gratuita para Android e custa 1.99 euros para iOS. Pode ainda fazer o download da extensão para Chrome e Firefox para limitar o acesso a determinados sites no computador.

BreakFree

Esta é uma aplicação simples que monitoriza quantas vezes desbloqueia o smartphone e quanto tempo gasta a mexer nele. Ao analisar o comportamento do utilizador, vai atribuindo pontos que, até aos 40 será aceitável (verde).

Depois de ultrapassar essa meta, o gráfico torna-se amarelo, o que indica que está a começar a “abusar” na utilização. Após ultrapassar a meta dos 70 pontos, o gráfico torna-se vermelho e isto quer dizer, claro, que exagerou.

Ao longo da utilização desta aplicação, vão surgindo notificações para ajudar a controlar o hábito, indicando quando é que já passou demasiado tempo seguido a utilizar o dispositivo.

Pode definir metas diárias, semanais e mensais e será sempre notificado quando estiver a atingir esse limite imposto. Na aplicação Android o utilizador tem um pouco mais de controlo, podendo utilizar a BreakFree para desligar a ligação à internet, rejeitar chamadas e enviar mensagens automáticas como resposta.

A BreakFree está disponível, gratuitamente, para Android e iOS.

Flipd

Esta é uma aplicação um pouco mais drástica que as anteriores. A Flipd serve o mesmo propósito, ajudar o utilizador a concentrar-se numa tarefa largando o smartphone por determinado período de tempo, mas oferece dois modos distintos de funcionar.

A interface é muito simples, basta definir o tempo e iniciar o cronómetro. Agora, só tem de se manter longe das restantes aplicações para conseguir cumprir o objetivo determinado. Este é o modo mais simples e menos drástico oferecido pela Flipd.

3 fotos

O outro modo implica medidas mais profundas. Ao selecionar a opção “Full Lock Disabled” a aplicação vai esconder tudo o que não sejam aplicações do sistema e não permite utilizar nada mais do smartphone, neste caso em iOS. Em Android, cria um ecrã com um temporizador e nada mais pode ser feito além de olhar para o tempo restante.

Esta é uma medida sem volta a dar (a não ser que desligue o equipamento). Depois de ativar a aplicação é ela quem manda no seu equipamento. Se o objetivo for cumprido recebe uma notificação de incentivo para continuar o bom trabalho.

A Flipd está disponível para Android e iOS.