Lisboa, 29 mar (Lusa) – A Caixa Económica Montepio Geral (CEMG) reduziu o quadro de pessoal em 443 trabalhadores e encerrou 94 agências no ano passado, encerrando o plano de redimensionamento da rede e afastando novos cortes, informou esta quarta-feira o presidente Félix Morgado.

“Fechámos o plano de redimensionamento em junho. Foi feito um esforço muito grande por toda a equipa da caixa económica que quero enaltecer. Não está previsto qualquer outro esforço de redimensionamento para 2017”, revelou o gestor durante a conferência de imprensa de apresentação dos resultados de 2016, em Lisboa.

Com a saída de 443 trabalhadores, o Montepio passou a contar com 3.588 trabalhadores e, após o fecho de 94 balcões, tem 327 agências bancárias.