A ilha de Manhattan abriga alguns dos prédios mais altos do mundo. Não é por acaso. Na impossibilidade de crescer para os lados, a cidade começou a crescer para cima, dando origem a uma linha de horizonte coberta de edifícios altos e estreitos. O Oiio Studio, um escritório de arquitetura de Nova Iorque, propôs agora um arranha-céus que promete contornar esta tendência.

https://www.youtube.com/watch?v=cFzpcErj1bA

O Big Bend, como foi chamado, é um prédio em formato de “U” invertido construído a partir de uma estrutura fina. O arranha-céus atinge o seu ápice aos 600 metros, ponto no qual se curva e retorna para baixo. No total são 1230 metros de comprimento que fazem do Big Bend não o edifício mais alto do mundo, mas o mais longo. Desta forma, o escritório garante que este prédio vai ainda assim destacar-se sem necessidade de preocupações com os limites de altura.

O escritório de arquitetos garante que, apesar de não ser o prédio mais alto do mundo, o Big Bend vai tornar-se famoso pelo seu formato e por ser o edifício mais longo do mundo.

Ioannis Oikonomou, o designer, criou este projeto depois de ter tomado conhecimento que uma empresa criou um elevador capaz de alternar entre movimentos horizontais e verticais. Este elevador seria incorporado no Big Bend.

Apesar da construção deste prédio ainda não estar garantida, Oannis Oikonomou, arquiteto da escritório, avança que o arranha-ceús teria a sua morada na 57th Street, a sul do central park. O escritório já enviou o projeto para várias empresas em busca de investimento.