Um incêndio deflagrou esta madrugada no Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa. Os bombeiros foram chamados às 4h17 e, no local, estiveram nove veículos e 38 elementos dos Bombeiros Sapadores de Lisboa.

O incêndio, que deflagrou a partir de uma máquina de diálise localizada no primeiro andar, num pequeno armazém da unidade de cuidados intensivos, foi rapidamente controlado com a ajuda dos funcionários. O fogo foi dado como extinto às 4h33, segundo fonte da corporação de bombeiros, e a situação já está controlada. Os bombeiros procederam ainda à “desenfumagem” da zona afetada pelas chamas.

Há indicação de feridos: ao todo, 14 pessoas tiveram de ser assistidas e quatro doentes retirados dos cuidados intensivos do hospital e transferidos internamente para outra ala, segundo informou a presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar Lisboa Ocidental, Rita Perez, aos média.

A presidente adiantou ainda que sete enfermeiros, três auxiliares, três seguranças e um polícia tiveram de ser assistidos no serviço de urgências do hospital, que permanece em funcionamento, devido à inalação de fumo. Todos se encontram bem e terão alta em breve.

Rita Perez assegurou que a equipa médica do Hospital São Francisco Xavier tem realizado planos de formação interna — simulacros de incêndio incluídos –, motivo pelo qual estava “capacitada para responder a este problema”.

Há danos materiais a registar, sendo que os estragos, que envolvem equipamentos médicos de valor elevado, serão avaliados durante o dia de hoje. As causas do fogo ainda estão por apurar.