Foi descoberta uma vulnerabilidade nos chips Wi-Fi da Broadcom, que são utilizados em milhões de smartphones Android e também nos iPhone, que permite aos hackers acederem ao dispositivo bastando que o aparelho esteja ao alcance de uma rede Wi-Fi infetada.

Todos os outros dispositivos estão em risco, nomeadamente os Nexus 5, 6 e 6P, a maioria dos topo de gama da Samsung e todos os iPhone desde a versão 4. A Apple já resolveu o problema com a atualização 10.3.1 do iOS e a Google disponibiliza a resolução nas atualizações de segurança de abril.

O investigador Gal Beniamini, do projeto Google Zero, descobriu a falha de segurança na terça-feira, assim como os seus potenciais usos. Qualquer hacker que tenha acesso a uma determinada rede Wi-Fi pode conseguir aceder e tomar controlo dos dispositivos que tenham os chips da Broadcom, sem qualquer interação por parte do utilizador, bastando estar ao alcance da rede infetada.

Apesar de a Google e a Apple já terem uma solução para o problema, esta ainda pode demorar a chegar aos milhões de equipamentos e, nos casos em que o smartphone já não consegue ser atualizado, a vulnerabilidade vai continuar presente.

Como medida de segurança, caso o seu smartphone não esteja devidamente atualizado, evite ligar-se a redes públicas ou de locais menos fidedignos.