Benfica e Sporting não se alongaram em considerações a propósito do documento partilhado esta manhã pelo FC Porto na sua newsletter Dragões Diário, que será um guião de 31 páginas que terá chegado esta semana aos comentadores do Benfica nos programas televisivos através, segundo Francisco J. Marques, diretor de comunicação e informação do FC Porto, de Carlos Janela.

Ataques ao FC Porto, desprezo pelo Sporting: o que têm as 31 páginas do guião para comentadores

Da parte do Benfica, já ontem uma fonte oficial do clube tinha comentado que o clube “não iria comentar fait-divers”, à semelhança do que tem sido prática dos encarnados em relação a programas televisivos. Já o Sporting, clube muito visado na documentação, encontra-se a avaliar a informação que ficou agora a ser conhecida. Como se percebe, ninguém passou ao lado do tema, mas também ninguém quer ainda fazer qualquer consideração.

O que se sabe e o que falta saber

Desde que Francisco J. Marques levantou a questão na terça-feira à noite, no programa Universo Porto do Porto Canal, já se foram desvendando mais pormenores de um tema que tem marcado a atualidade do futebol nacional. A começar, por exemplo, na divulgação de todo o documento (na altura falaram-se apenas de pontos resumidos).

Diretor de comunicação do FC Porto divulga (hipotético) documento que Benfica envia aos comentadores

Ainda assim, ficam ainda algumas questões por responder: 1) Carlos Janela é mesmo o autor desta missiva?; 2) é prática comum fazer este tipo de documentos e passar aos comentadores do Benfica nos programas televisivos?; 3) a ser verdade, e tendo em conta que se descreve atualmente como gestor de ativos e comentador independente, de onde vem a ideia do antigo dirigente de Famalicão, Belenenses e Sporting fazer um documento na perspetiva da defesa do Benfica contra a alegada aliança entre Sporting e FC Porto?

Durante o dia serão conhecidas mais reações sobre o assunto que promete continuar a marcar a agenda.