O cantor porto-riquenho Ricky Martin adiou para 9 de junho o concerto de Lisboa, inicialmente previsto para 12 de maio no palco do Meo Arena, anunciou esta quinta-feira a organização.

“Ricky Martin foi forçado a alterar as datas dos seus concertos em Portugal e Espanha, com a promessa de proporcionar um espetáculo ainda mais ‘caliente’, vibrante e frenético”, de acordo com comunicado da organização.

Os bilhetes adquiridos para o concerto de 12 de maio são válidos para junho e para qualquer esclarecimento “deve-se entrar em contacto com o ponto de venda” do ingresso.

O músico de pop latina volta em junho ao mesmo palco onde atuou pela primeira vez a solo para os portugueses, há uma década, em junho de 2007.

“Devido a alterações da minha agenda profissional sou obrigado a adiar o concerto por uns dias”, escreve o cantor, afirmando que lamenta a decisão, mas “foi impossível” optar por outra solução. “De todas as forma a festa continua. O que tenho preparado para vós é um concerto mágico. Preparem-se para dançar até à exaustão”, afirma o cantor, agradecendo a compreensão e todos.

Ricky Martin, de 45 anos, editou o mais recente álbum, “A quien quiera escuchar”, em 2015, mas no ano passado lançou um tema novo, “Vente Pa’ Ca”.

De acordo com a promotora, em Lisboa apresentará um novo espetáculo, “uma superprodução com 17 pessoas em palco”.

Ricky Martin editou o primeiro álbum a solo no começo dos anos 1990, depois de ter feito parte da banda Menudo e é considerado um dos mais bem-sucedidos músicos da América Latina, com mais de 60 milhões de discos vendidos. “La Copa de La Vida”, “She Bangs”, “Música + Alma + Sexo” e “A Quien Quiera Escuchar”, “Págate” são alguns dos êxitos latinos do músico.