Seul testou com sucesso um míssil balístico de fabrico sul-coreano com alcance de 800 quilómetros, o suficiente para atingir os pontos mais remotos do território norte-coreano, anunciou esta quinta-feira a agência Yonhap. O anúncio surge um dia depois do lançamento por Pyongyang de um míssil na direção do Mar do Japão.

A Coreia do Sul, onde estão milhares de militares dos Estados Unidos, é protegida por dispositivos militares norte-americanos. No entanto, o país fechou em 2012 um acordo com os Estados Unidos para quase triplicar o alcance dos seus próprios mísseis balísticos, de modo a poder responder às ameaças dos programas balístico e nuclear norte-coreanos.

Segundo a Yonhap, que cita um alto responsável sul-coreano, o míssil testado esta quinta-feira representa um importante instrumento de dissuasão para o Norte, tendo em conta o alcance de 800 quilómetros. O míssil pode chegar à totalidade do território norte-coreano, mesmo se for lançado do sul do território sul-coreano. “O teste foi um sucesso”, declarou a responsável.

O porta-voz do Ministério da Defesa sul-coreano não quis comentar.

Em junho de 2016, Seul testou outros dois mísseis capazes de transportar uma carga de uma tonelada por mais de 500 quilómetros.